ANÁLISE E PERSPECTIVAS DO ALGODÃO NO MARANHÃO

ANÁLISE E PERSPECTIVAS DO ALGODÃO NO MARANHÃO

O Estado do Maranhão na safra 2019/20 plantou, 27.500 ha de algodão, sendo portanto o segundo produtor do nordeste e o sexto produtor nacional, com uma produção de pluma total de 48.122 t de pluma e produtividade media de 1.750 kg de pluma/ha (1). A produção do Estado em sua maioria é destinada a exportação, sendo 60% para o mercado asiático e 20% para o mercado europeu e 20% para o mercado interno (2). Do algodão plantado nesta safra (31,4%) foram de algodão segunda safra, após colheita de soja precoce, com plantio na primeira quinzena de janeiro e 68,6% de primeira safra com plantio na segunda quinzena de dezembro. No Estado existem 3 algodoeiras em funcionamento, sendo a implantação de novas algodoeiras, um dos fatores limitantes a expansão da cotonicultura.

Os estudos de produtividade e rentabilidade efetuados no Estado, comparativamente com as rendas proporcionadas pelo cultivo da soja e milho, apontam uma vantagem comparativa para o algodão com rentabilidade media equivalente a dois hectares de soja, por isso a ampliação das áreas plantadas com algodão são inevitáveis, inclusive por se integrar muito bem nos sistemas de exploração com Soja-milho-algodão ou na ILP no sistema soja – milho + braquiária + engorda de bois – algodão, participando como terceira fonte de renda das fazendas e entrando na rotação, a cada ano, em 20% das áreas plantadas com soja.

Os cálculos desta safra apontam custo médio do algodão em 230 @/ha e produtividade de 300@/ha, proporcionando uma renda liquida de R$ 2.300,00 para a fibra e de R$ 840,00 de caroço/ha o que totaliza R$ 3.140,00/ha, 45% acima da rentabilidade obtida com a soja.

No Estado vem sendo desenvolvidos os seguintes projetos pela Amapa (3):

– Projeto Patrulha Terceirizada – Projeto desenvolvido no período de 2015 a 2019 visando a melhoria de trafegabilidade das estradas de acesso as fazendas produtoras de algodão do Estado. Para isto foram melhoradas e conservados aproximadamente 175 km de estradas vicinais.  As estradas contempladas representam 107 km na região denominada “Serra do Penitente” município de Tasso Fragoso MA, 48 km na região denominada “Gerais de Balsas – Batavo” município de Balsas MA, e 20 km na região denominada “Serra do Medonho” município de Alto Parnaíba MA.

– Projeto de “Boas práticas de combate e monitoramento do bicudo para sustentabilidade e expansão da cotonicultura no cerrado do Maranhão” – Atualmente é o principal projeto em desenvolvimento na AMAPA, sendo a continuidade do Projeto Bicudo iniciado em 2015 e reformulado e ampliado em 2019, para atuação até a safra 2021.  Objetiva a implantação de uma estratégia de transferência de tecnologias pela AMAPA visando a ampliação da área plantada de algodão, nos chapadões de Balsas e Serra do Penitente onde se prevê que a cultura poderá sem ampliada a médio prazo para até 200.000 ha de algodão. Como parte desta estratégia, vem sendo promovidas visita de consultorias especializadas, dias de campo, rodadas técnicas, visitas técnicas acompanhadas, workshop de apresentação de resultados, visitas de intercâmbio técnico com os produtores, publicação de informativos técnicos e de boletins técnicos, num total de 10 eventos de transferência de tecnologias que conseguem envolver aproximadamente 500 participantes/ano. (4).

– Projeto de treinamentos e qualificação de colaboradores das unidades produtoras – Foi desenvolvido no período de 2015 a 2018 quando foram praticadas em média 1.248 horas de treinamentos por ano e qualificados em media 2.197 colaboradores por ano. O projeto foi renovado para atuação no anos de 2019 a 2021.

– Projeto de fortalecimento institucional – Projeto busca dar maior sustentabilidade a cadeia do algodão no Maranhão com apoio as fazendas na certificação ABR/BCI e representatividade no setor em eventos nacionais e internacionais.

REFERENCIAS:

  1. Paper presidência Abrapa – principais indicadores da cotonicultura brasileira e mundial. ABRAPA,06.03.2020.http://abapa.com.br/wp-content/uploads/2020/01/Paper-Presid%C3%AAncia-Principais-Indicadores-Cotonicultura
  2. CONSULTORIA TECNICA AMAPA – março/2020. https://youtu.be/GmkUm7-0060
  3. https://amapa-ma.com.br/projetos
  4. BOAS PRATICAS DE COMBATE E MONITORAMENTO DO BICUDO PARA SUSTENTABILIDADE E EXPANSAO DA COTONICULTURA NO CERRADO DO MARANHAO. http://www.iba-br.com/pt_br/projetos